A Última Idade



"Nunca tive outra idade senão a do coração."

(Ninon Lenclos)

   Finalmente. Chegamos à idade em que para vivermos por mais tempo, devemos saber acrescentar mais vida ao tempo que ainda temos.
   É nessa idade que teremos de aprender que a vida só começará quando tomarmos ciência que ela é passageira. “Tudo passa, até a uva”.
    Essa é a idade em que pegaremos o que temos, escolheremos o que será passado e separaremos o que queremos para o futuro. Nós saberemos aceitar consequências ou apenas aceitaremos.
   Nós optaremos por atravessar nossas tempestades exteriores e interiores, mas também seremos capazes de encontrarmos abrigo no fundo de nossa alma.
   A partir dessa data, reconheceremos o que nos é mais importante agora e não só apenas em momentos de crise. Sonharemos sem limites, choraremos sem vergonhas e sorriremos sem medidas.
   E amaremos. Mas não que não soubéssemos amar antes, mas é que daqui para frente amaremos sem dúvidas, sem medos e sem perdermos mais tempo. Por que daqui para frente, tempo é o que não nos resta.

Krol Rice Chacon

Comentários

Postagens mais visitadas