Purgatório Astral


Não gritei antes por ti
Por medo que as águas
(em quais me escondo)
Secassem a teus pés
Acredito e entendo
Que meu signo de peixes
De quem tenta ser sereno
Faz bem á agitação que és
Mas sinto que sabes que sentes também...

Sei que num dia ruim fostes mar sem peixe
Leão sem presa
Com uma rede de pesca vazia
Quem nem servia para embalar teu sonho
E por falar em sono
Perdão se te fiz rugir a noite
Sem pedir autorização por escrito
Ao sindicato dos astros...

Perdão se usei teu signo
Como refúgio dos meus sentidos
Pedaço de um coração calado
Que voltei a escutar em ti
É que hoje acordei e lembrei-me
Que teu anzol não passou-me ao lado
Atravessaste-me o peito
E eu acordei com o coração curado...

Krol Rice

Comentários

Postagens mais visitadas