A Prisioneira Dele


"O verdadeiro nome do amor é cativeiro."
William Shakespeare

Prendo minh’alma a ele,
Meus abraços a ele,
Porque eu me sinto livre
Quando estou presa a ele.

Prendo minha mão á dele,
Meus suspiros aos dele,
Porque me tenho livre
Quando eu sou presa dele.

Prendo meus lábios nele,
Meu corpo a ele,
Porque eu só sou livre
Quando estou presa nele

"Porque o meu mais perfeito paradoxo de liberdade, é estar prisioneira em teus braços..."




Krol Rice

Comentários

Diva disse…
Tem um selinho pra vc, todo especial no meu blog. vai lá buscar!!!
rsrs
beijão
http://maniasdadiva.blogspot.com/ssa
João Ludugero disse…
Magnífica prisão
Perpétuo querer
Lindo poema, sensacional...
Que liberta ao prender
Paradoxal mente, só você
Se alar assim, criar asas
E saltar, pular sem medo
De ser feliz! Isso é belo,
E suas asas estão longe
De serem coladas com cera,
Seu sonho acordado vai ao sol
Encontrar algo mais que sonhar,
Porque não tendes a ser mais
Um Ícaro...Teu sonhar liberta,
Teu sonhar acolhe ao prender,
É aí que mais se atreves, aí
Que mais te alias ao amparo
Do bom e do belo amor que te espera... de braços abertos, digo Asas.

Postagens mais visitadas