Estranha Timidez


As palavras mais ousadas
Escondem-se dentro da boca
Todas tímidas...
Os desejos tão furiosos
Queima a pele,
Faíscam nos olhos,
Molham mãos...
As mesmas mãos que trancam toques.
que seguram desejos.
Esta timidez
Estremece os dedos,
Que estremece todo um corpo
Todo interligado por tênues fios
Condutores de loucas ânsias,
Todas elas tão prisioneiras
Por detrás destas pálpebras,
E o querer tão violento cede...
Parece vencido,
E se cala (não) tão frágil
Latejando frágeis lábios...

Krol Rice

Comentários

Postagens mais visitadas