Corações em Jogo


"O amor é o único jogo
no qual dois podem jogar e ambos ganharem."
Erma Freesman
 
Ganhando a você.
Eu perdi a mim...
Mas antes de jogo e trapaças,
Havia um tempo
Em que meu coração estava inteiro...
Mas a mesa virou,
Numa sutil tragédia
O jogo virou.

Talvez o amor seja uma sutil catástrofe.
No amor, talvez o azar seja duplo:
É não saber viver com você.
A sorte é dúbia, é recíproca:
E sem você não saber viver.

Não há acasos:
Até a maior estratégia não traz conseqüência.
No amor tudo é sorte
Mesmo que não haja limites
Entre prazer de viver e a dor da morte.

Fui cúmplice de trapaças.
Nós somos cúmplices de roubo
Jogando o mesmo jogo,
Onde o vencido deveria ganhar...
Mas seguindo as mesmas regras,
Enfrentando-nos com a mesma fúria...
Quebrando mesas e corações a esmo.
Partindo-nos em duas partes.
Deveríamos ser o mesmo.

Eu estava pedida quando conheci você.
Perdi-me por ter você.
Perdi-me por perder você...
Virá um tempo,
Em que você se perderá ao menos,
Quando, perdendo,
Ambos (talvez) ganharemos...

Comentários

Postagens mais visitadas