Conheço-te




Conheço-te :

Desde que os meus olhos, pela primeira vez, te alcançaram,
Desde que teus braços cobriram meu frio,
Desde que tua respiração passou a ser brisa,
Desde que teus dedos passaram a condutores fios.

Conheço-te :

Porque esse jeito é tão unicamente teu,
Porque conheço teus olhos cansados, fechados e dispersos,
Porque teu toque vem de dentro para fora e não de fora para lado nenhum
Porque já te vi de ângulos diversos, e controversos.

Conheço-te :

Mesmo entre as letras cortadas que nos prendem,
Mesmo que me deixe do outro lado da porta dos olhos que me fazem ver-te,
Mesmo quando escurece e te imagino até que o sono vença minhas forças,
Mesmo assim conheço-te...

Comentários

Postagens mais visitadas