O Anjo Estranho


Vindo do lugar qualquer onde vivia,
Ele é um anjo perdido na terra,
Com camisa regata e um sorriso ambíguo,
Com essa pele queimando trinta e sete graus
Por dançar louco todo domingo,
Com certeza não é angelical como uma criança,
Um anjo quase embriagado suando vinho
E a tatuagem nas costas no lugar das asas
Anjo que não deveria me fazer pecar,
Nem me deixar louca pra beber o suor do seu corpo
Muito pior faz arrepiar,
Por meus desejos mais secretos.
Com a voz enrouquecida me sussurrar
Um Anjo, que me desperta humana.
Anjo estranho,
Ele é avesso do normal,
É anjo sem a mínima santidade,
Que não recebe orações á noite,
Mas a qualquer hora do dia,
Prefere ser tocado com maldade...

Comentários

Postagens mais visitadas