Postagens

Mostrando postagens de Março, 2009

Nós Desconhecidos

Imagem
Não falei a ninguém
De nos dois juntos
Olhando juntos
Nuvens passarem juntas
Por sobre nossas cabeças

E nós passamos...
Eu,
Também você,
Mas nem sei se juntos
Por nossas cabeças.

Não falo nada
Mas você sabe saber
Não falar nada a ninguém
De nós dois juntos
De nuvens juntas de chuva.

Não fale nada a ninguém
E você vai saber
Que ninguém mais
Alem de mim
Saberá mais de você.

Estranho Ciúme

Imagem
-Deixa-me agora te possuir
Como tu nunca o tiveste
Me deixa tomar conta de ti. -E eu com minha fúria sutil
Como a tua sutil paixão
Deixa-me te cegar de brio. -Ou então, te fazer enxergar
Como foste tão inocente
Enquanto o estavam a te furtar.
-Pra que serve esta tua confiança?
Me deixa fermentar mais teu orgulho
Só ele sempre te deu segurança.
-Perde um pouco teu sono...
Imagina onde ele está,
Com quem ele está.
-Fica um pouco mais inquieta...
Imagina outra o tocar,
Como ele está a lhe tocar...
-Sinta-me ao menos neste momento,
E de todos os teus sentimentos,
Prometo-te ser o mais intenso...

A Precisa Calma

Imagem
Tudo ao meu redor me ameaça.
Fica tudo ainda mais estranho,
Tudo parece querer me sufocar.
O teto, o chão, as paredes da minha casa,
Os remédios, os venenos tentam me seduzir,
Os objetos cortantes me perseguem,
Eu saio na rua
As árvores querem me atacar,
E as pedras querem se lançar contra mim,
A cidade começa a rodar...

E então você chega...
E pára tudo.
Estava tudo agitado,
E você estagna tudo.
A rua e as pedras se aquietam sob teus pés,
Tudo o que me ameaçava é inofensivo a ti.
Eu queria fugir,
Queria me esconder de tudo,
Mas você acalma meu mundo!
Para mudar tudo, você só precisa está.

Se Amar

Imagem
"Ame como a chuva fina, que cai silenciosa,
mas que faz transbordar rios."
Kielvi Santoro

Se amar... Ame delicadamente.
As ondas suaves são as mais apreciadas pelas embarcações mais frágeis.
- Delicadamente vêm as tempestades...

Se por acaso amar... Ame sutilmente.
As chuvas imperceptíveis são mais duradouras, são as que fazem brotar sementes.
- Sutilmente vêm as enchentes...

Se meio por acaso amar... Ame suavemente.
As brisas leves são mais prazerosas por amenizar o calor nos verões.
- Paciência... Suavemente também vêm os furacões.